Arquivo do mês: junho 2011

INGRESSOS ANTECIPADOS BOOTIE RIO BAILE MASHUP

A Bootie Rio mostra a nova cena nacional de mashups ao reunir três novos talentos do setor em edicão especial baile funk. Chegou a hora de ouvir o que andam fazendo os novos meninos do mashup brasileiro, uma geração que começou a produzir inspirada em João Brasil e André Paste.

A segunda onda do mashup nacional
 tem o funk carioca como principal influência e inspira a edição especial baile mashup, com Mashmya$$, o gaúcho que tem se destacado, na web, com faixas que misturam rock e funkEl Super Gummi, o paulistano que virou meme na internet com o hit My pussy and peacock, e DJ Jak, gaúcho velho conhecido da Bootie Rio, com várias de suas faixas já compiladas pela festa.

A festa ainda conta com os residentes André Pipipi, Billy,the Kid, Fernando Schlaepfer, Beto Artista e Luiz G-Vô, além das projeções e videoclipes dos Folkatrua VJs. 

Os ingressos antecipados jà estão à venda nas lojas da 
Chilli Beans de Ipanema 2000, Copacabana e Rio Sul (segundo piso), além da Zero Zen, no BarraShopping.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

MIXTAPE BOOTIE RIO BAILE MASHUP

Reunimos três nomes da segunda geração brasileira de produtores de mashups pra nossa festa do próximo dia primeiro e também na mixtape da vez, com Mashmya$$, DJ Jak e El Super Gummi. Taí o nosso baile mashup.

Player aqui

Mixtape Bootie Baile Mashup

1 – Selim humano – Raimundos vs. Muleks Piranha – Mashmya$$

2 – Gatas run the world feat. Marina – Edu K vs. Beyoncé vs. Edu K feat Marina Gasolina

3 – Rock the romance – Lady Gaga vs. The Clash – Mashmya$$

4 – Smells like who we are – Ke$ha vs. Nirvana – Mashmya$$

5 – S&M Party on the floor – LMFAO vs. Rihana vs. J-Lo feat Pitbull – DJ JAK

6 – Homenagem a 3 – Britney Spears vs. MC Gi – El Super Gummi

7 – Quero adultério – MC Catra vs. Gaiola das Popozudas – Mashmya$$

8 – Sweet Amante – Deise Tigrona vs Eurythmics – Dj JAK

9- Low Paramericano – Flo ri da vs. Yolanda be cool – El Super Gummi

10 – Play that BaileFunk music, White Boy – MC Catra vs. Wild Cherry – DJ JAK

11 – Live a u.r.a.q.t. – M.I.A. vs FloRida – El Super Gummi

Download do set

ZIP com as faixas separadas

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

DJ JAK ENTREVISTA MASHMYA$$: O MASHUP COMO NOVA MISSÃO NA VIDA

 

Qual a diferença entre o rock alternativo e o funk carioca? músico, produtor e DJ gaúcho Claus Pupp criou o projeto MashmyAs$ para mesclar os dois gêneros e mostrar que eles têm mais em comum do que se pensa. Muito além do mix musical, o DJ brinca com as letras das canções, unindo temas relacionados, unindo “Drive My Car” dos Beatles, com “Carrinho de Mão”, do Terra Samba.

Há também verdadeiros jogos de pergunta e resposta criados entre as faixas, como no dueto de “We Care a Lot” do Faith No More com “Breed” do Nirvana, onde o ouvinte chega a esquecer que se tratam de duas músicas diferentes.

Atração da Bootie Rio do dia primeiro de julho, o Dj JAK entrevistou o Mashmya$$. Cata o papo.

Can’t touch this Sou Foda – Avassaladores vs. MC Hammer

DJ JAK – Sendo uma águia experiente planando acima dos palcos de Porto Alegre faz um tempo, como o jovem Clausinho mergulhou no universo artístico e musical?

Mashmya$$ – Pra poupar todos de uma leitura desgastante: meu primeiro show foi em 1995, com a banda Los Conxas, cantando músicas sobre cerveja usando samba-canção, avental de laboratório e boné. Detalhe: 15 anos. Para os curiosos, aqui algumas bandas que me condenam: Camboja Motel, Supergatas, Os MassaOs Galãs da Menopausa, Noventera e Flu. Sempre trabalhei com música, comecei bem cedo em estúdio, depois sonorização, e hoje em dia discoteco e produzo eventos.

Arrebita Way – Red Hot Chilli Peppers vs. Roberto Leal

DJJ – Quando e porque vc começou a fazer mashups?

Mashmya$$ – Comecei a discotecar em  2005, e sempre tive uma queda pelo inusitado, tipo misturar Gretchen e Iron no meio do set. Mas a “virada” foi quando escutei Sou Foda Brasil do João Brasil. Eu me contorcia de rir, na hora liguei pra um amigo que tinha festa no dia, pedindo pelo amor de Deus pra me deixar tocar 20 minutos. Nessa tarde descobri a Bootie e todo esse universo lindo de produtores.

Eram 4h, a casa lotada, e os dois dj’s anteriores tinham feito o favor de acabar com a pista. Fiquei pensando, “coitado do meu amigo, vou acabar de vez com a festa dele”. Entrei tocando tudo que havia descoberto na tarde, e as pessoas se atiraram de todos os cantos da casa de volta pra pista subiram nas caixas de subgrave, se instalou uma putaria deslavada no local e os produtores do evento ao lado da cabine de DJ não querendo que eu parasse de tocar. No fim, os 20 minutos viraram mais de uma hora de mashups. Saí de lá com a alma lavada, e sabendo que tinha uma nova missão na vida.

Like an underpressure G6 – Queen vs. Far East Movement

DJJ – Tu és um cara que tem influências bem bacanas na hora de fazer mashups. Fale-nos a respeito do que tu gosta e o que tu não gosta na música:

Mashmya$$ – Gosto de tudo, até do que não gosto..hahaha.

Amigo Johnatan – Graforreia Xilarmônica vs. Jonathan II

DJJ – É sua primeira vez no Rio de Janeiro discotecando? Qual é a tua expectativa pra Bootie?

Mashmya$$ – Já fiz alguns shows mas, discotecando, é a primeira vez. Morei um tempo no Rio, amo a cidade e meus amigos cariocas . Comecei a discotecar quando voltei do Rio pra Porto, muito inspirado nas festas que freqüentei na antiga Casa Matriz, na Fosfo, Cine Íris…Acabei importando muita coisa aqui pro Beco 203 quando abriu, pro Ocidente, enfim, de certa forma discotecar no Rio vai ter um tom de full-circle pra mim.

Dnabarauma – MC Gi vs. Jorge Ben

Quanto a Bootie, é uma festa sem precedentes, nunca tinha ouvido falar de nada igual. Como nos últimos meses, estou tão mergulhado nesse universo do mashup, a única expectativa que me permito é a de me sentir em casa. Se for assim vai ser lindo!

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

EL SUPER GUMMI ENTREVISTA DJ JAK – O MASHUP DA DISCOTECA DO CHACRINHA

Descoberto pela Bootie Rio no segundo semestre de 2010, João Alberto Kolling, ou DJ JAK, já emplacou várias tracks em mixtapes da festa, graças ao seu bom humor apurado, e também tocou na nossa edição de Natal, ainda no Fosfobox. Nesta edição especial baile mashup, dia primeiro de julho, com Mashmya$$ e El super Gummi, não poderia faltar o estudante de Ciências Sociais que gosta de misturas inusitadas.

Mensagem de Natal do DJ Jak para a Bootie Rio

Incentivado por André Paste, ele produziu mais de 40 faixas que privilegiam a música trash e o funk carioca. “Passei a minha infância ouvindo Beto Barbosa, Gretchen, Trio Los Angeles, brega, sertanejo, disco, enfim: praticamente a discoteca do Chacrinha. Essas são as minhas principais influências.”

Pata Pata Duck Duck Ronaldo!, Miriam Makeba vs. Duck Sauce vs. Zina

Convidamos o El Super Gummi, outra atração da festa, para entrevistar o Jak. Cata o papo.

El Super Gummi – Quais suas maiores influências gringas para mashups?

DJ JAK – Eu curto muito a dupla da Bootie Berlin, Mashup-Germany e Morgoth, e Thomas Schmolli, da Bootie Austria. Um cara que tem feito um baita trabalho e eu considero pra caramba é o Fissunix. Dentre estes, acho que o Schmolli e o Morgoth são meus favoritos porque pegam pesado no metal e acabam fazendo mashups incríveis.

Who you gonna call? Mafalda!, Ray Parker Jr vs. Vovó Mafalda

ESG – Quando começou no mundo da música e de que modo?

DJJ – Comecei no mundo da música tocando teclado em uma banda de rock progressivo. Depois disso, comecei a fazer um ou outro remix de música de videogame, programar e renderizar algumas tracks, fui fazer música experimental com um amigo guitarrista, mais música de videogame, até que o André Paste apareceu e me ensinou basicamente a fazer um mashup.

Entre a serpente, a estrela e o Créu – Zé Ramalho vs. MC Créu

ESG – Qual o seu setup dos sonhos? Por que?

DJJ – Não tenho um setup dos sonhos. Mais do que confiar no equipamento, o DJ deve ter feeling pra poder sentir o que a pista está pedindo. Tem o momento de explodir a pista, o de dar um respiro. Procuro um setup que me permita ter essa verdatilidade e também improvisar mashups “ao vivo”.

Cristiane Soberana, Sérgio Mendes vs. MC Cula

ESG – O que um mashup precisa pra fazer sucesso?

DJJ – Parafraseando o grande Senor Abravanel, o mashup precisa ser bem bolado, O mashup é uma grande sacada, uma piada musical. O essencial é misturar com intencionalidade e não simplesmente misturar porque “encaixa”.

ESG – Além de seu repertório conhecido por nós, tem algo que vc tem vontade de “mashupar” mas ainda nao teve oportunidade?

DJJ – Coisas lindas da música global. O rock progressivo e o heavy metal, são dois gêneros que dizem muito a meu respeito, com fãs muito seletivos e excludentes. Acho bacana trazer coisas novas ao pessoal que está acostumado com essa sonoridade. Já tenho mashups meus com heavy metal (Crazy adoleta train, Immigrant tailandês, Sou roots), mas pretendo criar mais e mais nesse sentido.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

MASHMYA$$ ENTREVISTA EL SUPER GUMMI – ESPERE O MUNDO SE ACABANDO EM FUNK

Adepto dos graves extremos, o produtor paulistano El Super Gummi é um dos artistas do neo baile funk, altamente influenciado pelo funk carioca e pelo Miami Bass dos anos 80 e 90, além de diversos elementos  da música eletrônica.

Suas produções são divertidas, muitas delas com brincadeiras explícitas, como My pussy and peacock, vídeo lançado pela Bootie Rio que alcançou mais de 23 mil plays na rede ao juntar Katy Perry e Gaiola das Popozudas em trocadilho.

Além dos mashups, El Super Gummi é parceiro da paulistana MC Gi, para quem produz faixas e remixes e com quem também se apresenta como DJ. O paulista ainda assina remixes para Sapabonde, o bonde lésbico de Brasília, Daniel Peixoto, Vinibanger e o argentino Argerax.

No próximo dia primeiro de julho, ele estará, ao lado de DJ JAK e de Mashmya$$, representando a segunda geração do mashup nacional na Bootie Rio especial baile mashup, no Espaço Acústica.

Adultério é foda – Avassaladores vs. MC Catra

Pedimos ao Mashmya$$, revelação de Porto Alegre sobre o qual já falamos aqui, para entrevistar El Super Gummi aqui pro blog da Bootie Rio. Segue o papo…

Mashmya$$ – Primeiro, porque El Super Gummi? Alguma analogia com os deliciosos Gummy Bears?

El Super Gummi – Sim, gummy bears tiveram influência sobre isso. Aqui em onde moro, chamamos vodka com refri de suco gummy. Quando os ursinhos gummi tomam uma parada eles ficarem fortes. Como tomamos vodka, conclui que sou super gummi, estou errado? Uahauahuh

Just hold it anal – Britney Spears vs. Afrika Bambaataa vs. Chatuba
.
MMA – Os mashups são apenas uma parte de suas produções, porém a tônica é o baile funk. O que te atraiu nesse estilo?

ESG – Ouço funk desde 95, que eu me lembre. Ouvia muito “Rap da felicidade”, “Melô do álcool” e tantos outros e, por ser festeiro nato, o funk caiu como uma luva nas minhas produções e mashups. Funk tem uma ginga natural, é só ouvir que já sai dançando. Seja tamborzão ou pancadão.

Homenagem a 3 – MC Gi vs. Britney Spears

MMA – O que é indispensável em um mashup?

ESG – Minha característica, nos mashups, é casar ao máximo os assuntos das músicas a serem misturadas, com uma boa dose de humor, como em My Pussy and Peacock e Homenagem a 3.

MMA – Preparando alguma surpresa pra Bootie Rio? O que podemos esperar do seu set?

ESG – Meu set será inedito. Quase 100% produções minhas e muitos mashups ao vivo. Espere o mundo se acabando em funk.

Touch my Geremias – Bonde do Rolê vs. Jesse Rose feat. Crookers

MMA –  Se a Seleção Brasileira fosse um mashup, você mixaria quais times?

ESG – Difícil essa… A instrumental seria o Corinthians,  os loops de funk, do Flamengo, e os samples de voz , do Santos. Entenderam, né. base bombando, loops dando o ar carioca da coisa, e os samples despejando gingado.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

MASHUPS NO FASHION RIO

Assista ao desfile e ouça a trilha só com mashups

A Ausländer se inspirou no vídeo de bureau Box1824 We all want to be young, para fazer sua coleção de verão. O estilista Ricardo Brautigan escolheu os mashups como manifestação musical da slash generation, aquela que pode ser tudo ao mesmo tempo. Um dos mashups é Superfreak in the dark, Rick James Dio, do mestre francês Fissunix, que estava na nossa mixtape Caveirão Bate-Cabeça.

A trilha é do DJ Nepal, de quem somos fãs. Vale ressaltar que, no mundo dos mashups, Girl Talk não é necessariamente queridinho, e jamais entraria numa trilha de um DJ especializado em mashups. Mas, para o grande público, Girl Talk é mashup, então está valendo…

O Nepal mandou a tracklist e o link pra download. O desfile acabou na sétima faixa.

1 -Our Teachers [Franz Ferdinand vs. R.E.M vs. Daft Punk]
2 -Franz Ferdinard –  Take me out
3 dj-y-alias-jy – the unbelievable look emf-vs.roxette
4 fissunix—rainbow-in-the-superfreak-dark-rick-james-vs.-dio
5 Girl Talk – On and On
6 justice vs wutang
7 robin-skouteris—popalicious
8 Girl Talk – Down for the Count

Musica da fila final : The Beatles vsGuns N Roses – Sgt. Pepper´s Paradise

Outra marca que incluiu mashups em sua trilha foi a Blue Man. Flequicionando Estelar, do João Brasil, que estava na nossa mixtape Caveirão Dance 2, um mashup bem engraçado e carioca de Marcos Valle e Roba Cena, clássicos da malhação de épocas diferentes. A trilha é do Berna Ceppas e ficou bem interessante, ainda com tecnobrega e outras músicas bem-humoradas.

O mashup do João ainda sonorizou o tombo da linda Ana Claudia Michels, gentilmente auxiliada pela Ana Beatriz Barros. Flequicionando, vai!

BOOTIE RIO NO FACEBOOK E NO TWITTER

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

MASHUP FILM FESTIVAL

O MashUp Film Festival explora novas práticas de entretenimento e os filmes montados a partir de imagens já existentes que são executados em todas as redes.

Imagens e sons copiados, colados, remontados, desviados, alterados, transformados e, geralmente ilegais. O festival inova ao encarar as práticas da web 2.0 como processos artísticos e acontece entre os dias 17 e 18 de junho, com entrada gratuita, no Forum des Images.

Selecionamos alguns vídeos bacanas, como o “Scary Mary”, com um trailer cult para uma versão assustadora de Mary Poppins, e uma versão Brokeback Mountain para o trailer de “De volta para o futuro”.

BOOTIE RIO NO FACEBOOK E NO TWITTER

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized